Andrício

UM MESTRE DO ESTILO MONGO-GINASIANO

texto de LAERTE COUTINHO na piauí de abril de 2017

Aprimeira impressão que se tem ao olhar para um desenho de Andrício de Souza é de que ele desenha mal. Muito mal. A caneta esferográfica, usada em todo o seu “esplendor” cromático (ou seja, nas cores azul, vermelho e preto), o faz parecer um rabiscador de caderno de escola. É meia verdade: Andrício é um exímio rabiscador de caderno de escola.

Conheci seus desenhos dois anos atrás, pela internet. Fiquei fascinada com o traço e o humor, tão finos quanto sacrílegos. Andrício parece se basear em fotografias para desenhar, mas as manipula a ponto de transformar imagens realistas em caricaturas, em algo como um meme permanente.
De certa forma, o desenho de Andrício me remete a Rita Lee, que se refere ao próprio estilo de texto tuitado como “mongo-ginasiano”. Acredito que Andrício faça parte da mesma vertente – e, num mundo tão repleto de imagens realistas, um desenho aparentemente tosco é na verdade algo muito sofisticado.

5 comentários:

Anônimo disse...

Curti!

Anônimo disse...

você é sensacional hahah

Douglas de Aguiar disse...

Você é muito ruim... Parabéns!
Captcha: spaces holarou

Anônimo disse...

Do caralho o seu trabalho!

@rfcr

Rayane Dantas disse...

Suas tirinhas são as melhores hehehe