Alexander Graham Bell


Um comentário:

Rafael Augusto Gomes disse...

CARA, cê é lindo!

UHAUHAHAUHUAHA

Confesso que quando estou sem vontade de cantar uma bela canção leio seu livro. O Intestino Eloquente me mantém vivo.

Pena que o livro me deu azar. Um mês depois de ganhá-lo da minha ex ela terminou comigo. Valeu Andrício. :P